quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Série Amamentação: A pega correta do bebê.

Bem, esse é um assunto inesgotável no universo materno.

Recebi vários comentários carinhosos e alguns cheios de dúvidas no último post onde eu falava sobre minha experiência com a amamentação.

E após ter escrito esse último post ficava pensando: "Poxa...esqueci de falar disso...Esqueci de falar daquilo...poderia ter falado sobre aquilo também..."

Então resolvi fazer uma série de posts sobre amamentação. Durante uma semana vou colocar posts falando mais do mesmo! :)

Não sei se vou conseguir tempo pra fazer posts diários até semana que vem, mas prometo fazer o melhor pra poder passar bastante informação a respeito disso pra vcs! Quero poder compartilhar com vocês e com outras pessoas que possam vir a ler o blog sobre esse tema e poder ajudar, porque sei o quanto é difícil essa fase na vida da mulher.

Hoje vou falar um pouquinho sobre Preparação dos seios e a Pega correta do bebê ao seio.

Durante a gravidez, muitos médicos indicam que a gestante "prepare os seios" para a amamentação. E muitas escutam dicas das mais variadas possíveis:

- esfoliar com bucha vegetal (Uii...só de pensar nisso me retorço ao imaginar a dor. Durante a gravidez os seios costumam ficar tão sensíveis que não consigo imaginar uma mulher esfolando os mamilos dessa forma!)

- passar creme hidratante

- colocar casaca de banana

- puxar os mamilos como se fossem um dial de rádio pra eles ficarem protusos

- pegar sol diretamente nos mamilos, ou quando não for possível, usar uma lâmpada de 40 watts próximo ao mamilo pra poder fazer a vez do Sol.

De todas essas dicas aí de cima a única que se pode seguir é a última! E só! O Sol, ou o calor da lâmpada, irá fazer com que a pele do mamilo não fique tão sensível, e assim fique um pouco mais calejada pra hora da amamentação. Vocês acham que as índias têm algum problema com fissuras ou bico rachado? Não...a não ser que indiozinho baby não tenha a pega correta (vou falar sobre isso mais adiante). Mas ainda assim, não abusar do sol nos mamilos, fazer isso mais nas últimas semanas da gravidez e respeitando o horário de antes das 10h da manhã e após 16h, pois o excesso de sol pode causar ressecamento e favorecer rachaduras nos seus mamilos.

Passar cremes, pomadas e outras coisas só vai fazer seu mamilo ficar mais sensível. Durante a gestação abuse muito dos cremes e óleos anti estrias, mas NUNCA passe eles sobre os mamilos, apenas nos seios.

amamentar 1

Mas de que adianta vc estar com o seio preparadinho pra amamentação se seu bebê não tiver uma pega correta?

O ato de amamentar não deve doer (após os primeiros dias, pq nessa fase, mesmo com pega correta é comum doer pois como disse meu GO, você nunca teve alguém antes sugando por tanto tempo seu seio, né? Exceto mães de segunda, terceira...viagem). Se estiver doendo, é porque tem alguma coisa errada!

Portanto a pega é um dos fatores de sucesso da amamentação.

Para ter uma pega correta, observe esses fatores:

1) Pega correta também conhecida como “boca de peixinho”. O bebê deverá abocanhar a maior parte da aréola (parte escura do seio);

2) A mãe deve estar relaxada e confortável;

3) Ao amamentar, leve o bebê ao peito, e não o peito ao bebê;

4) A boca deve estar bem aberta;

5) O lábio inferior voltado para fora;

6) Bochechas arredondadas;

7) O queixo do bebê deve tocar a mama;

8) Bebê voltado para mãe, barriga com barriga.

kellymom-latch Foto mostrando como posicionar bem o bebê para ter uma pega correta.

Eu era uma verdadeira patrulha da pega correta. sabia o quanto isso era importante pra eu ter menos dor naquele período inicial da amamentação. E por mais que o bebê mame por instinto, ele na verdade está aprendendo a mamar e muitas vezes abocanha o seio de forma errada, fazendo com que os mamilos fiquem doloridos e rachados. Então muitas vezes me via tirando e colocando a boquinha do Arthur no seio, para que a pega estivesse correta. E caso não estivesse totalmente certo, eu o ajudava, puxando o queixinho dele pra baixo, de forma que o lábio inferior ficasse voltado pra fora. Essa dica peguei com a Enf. Grazi e as vezes ainda uso disso pra ajeitar a boquinha do Arthur. Principalmente quando ele vem todo faminto pra mamar. Aí ele acaba esquecendo de tudo que aprendeu. :)

E se ainda assim, mesmo com pega correta, seu seio estiver com rachaduras e dolorido, espalhe um pouco do seu próprio leite no final das mamadas para ajudar a cicatrizar. Use as conchas de amamentação para que seus seio não fiquem em contato com o sutiã e possam estar arejados. Te garanto que isso passa! Aqui esse período de dor durou uns 15 dias. Lembro que quando fui na Stephanie já não sentia mais aquelas dores alucinantes e isso foi melhorando dia após dia.

Eu posso afirmar, que depois dos primeiros dias, quando nossos mamilos já estão mais calejados, amamentar não dói. E é prazeroso ver seu filho se alimentando de você, te olhando com aqueles olhinhos brilhantes enquanto mama, ou quando você vê ele sorrindo com seu peito ainda na boca e aquele leitinho todo escorrendo pelo canto e quando ele dorme todo aconchegado no seu peito após uma boa mamada. Isso não tem preço!

Beijocas, Flávia

Fontes:

www.aleitamento.com

GVA – Grupo Virtual de Amamentação

4 comentários:

  1. Já disse e repito, você é minha ídala no assunto maternidade... que orgulho!!!
    Ótimo post. Objetivo e direto!!
    Bjks, Beta

    ResponderExcluir
  2. oi
    me indicaram seu blog porque postei no meu a dificuldade que estou tendo com a mamada da minha filha. Aos 14 dias fomos ao pediatra e ela havia perdido cerca de 500gr desde o nascimento.
    Fiquei arrasada ao ouvir que estava na hora de parar de insistir só no peito e começar a dar complemento para ela, pois o choro era de fome!
    A maior dificuldade é não ter o bico formado de maneira correta. É pequeno e ela perde logo, fica impaciente e chora.
    A fome deixou-a sem evacuar por uma semana. Fiquei louca!
    Não tive outra solução. Apelamos para o NAN a cada 3 horas. Algumas mamadas no peito e complementamos. Não é o que eu sonhava, mas não posso deixá-la com fome...
    Vi seu comentário sobre a translactação e achei interessante. Ninguém me falou sobre isso. É difícil?
    Parabéns pela sua persistência e espero poder conseguir bons resultados também.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Cristiane,
    respondi suas dúvidas no seu blog. Qq coisa q precisar escreve aqui, que eu te ajudo, no que eu puder, ok?

    bjks
    Flávia.

    ResponderExcluir
  4. Li seu post e vários outros sobre o assunto, mas não consigo corrigir a pega do meu filho tive q dar o nan para ele, no entanto continuo oferecendo a mama com menos frequencia do q a mamadeira, mas sinto dores alucinantes, meus seios estão fissurados e muito sensíveis. Na minha cidade não tem banco de leite para q eu possa pedir ajuda. O q faço?

    ResponderExcluir

Vou adorar receber seu comentário!

Ocorreu um erro neste gadget